A pandemia mudou todo o cenário mundial.

A pandemia mudou todo o cenário mundial. Inesperadamente, deixamos para trás a velha rotina. De uma hora para a outra, empresas tiveram que implantar o home office, enquanto nós transformávamos a nossa casa em escritório. Assim, os encontros presenciais viraram uma memória e se converteram em bate-papo virtual. O mesmo aconteceu com as aulas, que aderiram ao formato online. Tudo isso foi e é necessário para atender às medidas propostas pela Organização Mundial da Saúde, e evitar o contágio da COVID-19.

E embora todos estejam ansiosos para voltar à vida como era antes, as notícias sobre a pandemia mostram que levará algum tempo para isso acontecer – talvez nem seja possível. Pois ainda vivemos um momento delicado, que necessita de revisão sobre como estamos gerindo as adversidades e o que vamos fazer daqui para frente. Passamos por uma experiência nova e cheia de desafios. Mas, ao mesmo tempo, com um monte de possibilidades pela frente! Afinal, é tempo de converter o problema em oportunidade profissional.

A pandemia e os desafios profissionais

Da noite para o dia, a pandemia acelerou o futuro digital. Em outras palavras, muitas empresas tiveram que se adaptar rapidamente e tornar o home office uma realidade. As pesquisas afirmam que a adesão e a adaptação foram bastante positivas. No entanto, a inexperiência resultou em um processo exaustivo para muitos colaboradores. Isso porque poucos gestores estavam prontos para liderar à distância. E alguns acabaram exagerando na dose por conta da “maior disponibilidade das pessoas”.

Isso aconteceu porque a pandemia trouxe o trabalho remoto de forma abrupta. Soma-se ainda o momento atípico que estamos vivendo. Inegavelmente, a pandemia colocou à prova a nossa capacidade de resiliência para nos adaptarmos ao “novo normal”. Ou seja, foi preciso se acostumar com o home office e aprender a liderar virtualmente juntamente com os novos hábitos de uma vez só.

A pandemia e os aprendizados

A pandemia trouxe um novo cenário de desafios e aprendizados, por conta das transformações sofridas compulsoriamente. Em resumo, como muitas delas vieram para ficar, como é o caso do home office, por exemplo, todo esse conhecimento deve ser absorvido e praticado agora mesmo. Mais do que nunca, os profissionais precisam desenvolver novas competências como inteligência emocional, agilidade nas decisões e gestão de pessoas.

Agora e no pós-pandemia, toda essa evolução das aptidões será imprescindível para nos adequarmos aos novos tempos. De fato, diante de uma era complexa, precisamos aprender e encontrar novas formas de executar as tarefas. Afinal, as soluções de hoje podem não fazer sentido amanhã. Isso sem falar na necessidade de encontrarmos um equilíbrio para lidar com as adversidades.

Transformando os desafios da pandemia em oportunidade

A compreensão desse novo normal e toda experiência vivida até agora devem servir de base para o nosso crescimento. Com toda certeza, é hora de transformar os desafios da pandemia em oportunidade. Por isso, o coaching tem ganhado cada vez mais notoriedade nesse período, tornando-se fundamental no entendimento desta nova realidade pandêmica. Isso porque esse processo é uma forma de equilibrar a mente.

E acredite, uma sessão semanal de coaching equivale a uma aula de yoga pelo profundo autoconhecimento, equilíbrio e prazer no estudo.

Isso se deve pela tarefa de equilibrar e harmonizar a equação entre trabalho e o seu eu pessoal. Sem dúvida, é algo fundamental em tempos de pandemia, home office, família em casa e “novo normal”. Ao mesmo tempo, ajuda a ampliar a sua visão e suas competências. Como resultado, o coachee faz uma série de descobertas, encontra novos caminhos e possibilidades para o desenvolvimento profissional e pessoal.

E como ainda estamos vivendo tempos de pandemia, o coaching à distância é uma excelente opção. Além de proporcionar desenvolvimento profissional, o programa tem um papel fundamental para gerenciar e reduzir as tensões geradas pela ocasião pandêmica.